Crenças , gatilhos limitantes que te impedem de avançar e colher riquezas

Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

O século XXI é marcado pela “era da informação”, que produziu inúmeras teorias e algumas delas nos impulsionaram a refletir e alterar nosso curso na vida.

Para desenvolver este tema inspirei-me na teoria das “crenças limitantes”, cujas pesquisas neurofisiológicas apontaram, em linhas gerais, que nossas experiências estão armazenadas no subconsciente onde são guardadas as emoções, hábitos e memórias antigas que vivemos. Por outro lado a mente consciente é responsável pela definição das metas e objetivo  que traçamos em nossa vida, todavia para que obtenhamos sucesso, é significativa a participação do subconsciente nesse projeto que  atuará como um meio para o alcance do resultado esperado e orientado pela mente consciente.

É sabido que algumas pessoas alcançam seus objetivos e outros nem tanto. Então, o que leva a alguns terem o sucesso e outros não em seus projetos de vida?

É possível inferir que a resposta esteja no fenômeno chamado “crenças limitantes” que induz o subconsciente a não embarcar neste projeto desenhado pela mente consciente, inibindo e restringindo o grandioso potencial humano que possuímos.

Você já pensou o quanto está se sabotando por permitir que as crenças limitantes conduzam sua vida? Não pensou?

Eu sei, pois eu também não me dava conta deste mecanismo de controle.

Para compreender este “comando”, observe quantos destes pensamentos passam por sua cabeça numa fração de minutos, quem sabe até de segundos:

“Não sou suficientemente capaz para ocupar este cargo” ;

“Para ser alguém na vida, tenho que trabalhar duro”;

“Pessoas de sucesso tem muita “sorte”;

“Ele tem tudo afinal nasceu em berço de ouro” ;

“ Não vou falar, depois vão dizer que sou mitidinha”

 

Estas são frases que honestamente acreditamos serem verdadeiras. O que passa despercebido é que estes pensamentos estão “plantados” em nosso subconsciente que por sua vez não sabe diferenciar o que é verdade ou mentira; real ou imaginário; possível ou impossível.

Neste contexto a mente realiza conexões neurais que geram pensamentos  assumidos como “verdadeiros”, conduzindo a maioria de nós a uma “aparente” forma de pensar, sentir, falar e agir levando-nos a crer que estes são pensamentos lógicos e realísticos e daí a famosa “crença limitante” nasce gerando uma falsa sensação de estabilidade, mantendo a maioria de nós, na intricada corrente da “zona de conforto”.

Por acaso isto faz sentido para você? Se a resposta for sim, ótimo!

É importante fazer um bom exame e reconhecer que  ás vezes nos deixamos  levar por este inconsciente que influencia , altera  e defini o estilo de vida que plasmamos.

.

Muitos de nós vivemos, embalados pelo refrão da música de Zeca Pagodinho “…deixa a vida me levar…vida leva eu…” crer estar vivendo seu projeto de vida, e nesta toada  deixar passar diante de si oportunidades para o ousado ato de “mudar” e atuar com lucidez no que realmente deseja realizar na vida.

Acreditar que o destino é o responsável por determinar as conquistas de seu futuro é no mínimo uma visão limitada do uso grandioso de seu potencial que tem a capacidade de modificar seus estados de consciência

A compreensão do aqui exposto, o convida ao poder de escolha. O poder altruísta é poderoso por ser um desejo seu, somente seu! É você quem muda o que não acredita ser mais verdade. É você quem abre para o que é de merecimento em sua vida.

É possível alterar o comando de seu subconsciente. É possível desprender-se das “correntes mentais” ou “modelos mentais” (Peter Senger – 1990). É possível reprogramá-lo para a conquista do que você almeja, seja no campo da prosperidade, da felicidade, da cultura ou da liberdade.

Você pode estar se perguntando se isto é real? Sim, realmente é!

Toda mudança impõe o rompimento de comportamentos recorrentes, com o exercício de potencializar a mente consciente, iluminando o mal que estes pensamentos  causam a si mesmo.

Para ilustrar esta tese, destacarei uma crença limitante que é de senso comum, a “crença sobre dinheiro ou enriquecimento”. Sobretudo em tempos de crise, vez por outra ouvimos alguém reclamar a falta de dinheiro, reforçando assim a crença limitante , governada pelo pensamento de miséria. “Não investirei neste curso por ser caro” e por ai vai…

Volto nossa atenção para dois empreendedores visionários que romperam com a realidade imposta de suas épocas, de suas culturas, de suas estruturas familiares e se tornaram pessoas de sucesso, que enriqueceram e compartilharam com o mundo, este feito.

Ao investiga-los, identifiquei um fio condutor que os uni e associo isto a todos os homens e mulheres de sucesso, sejam eles pessoas públicas e aquelas de nosso universo social.

Pois bem, este fio condutor é a capacidade de desconstruir os padrões  e reprogramar a mente. Romper com as correntes que os aprisionam e conscientemente decidirem usar a capacidade ilimitada de criação, para viverem de acordo com um propósito real e inspirador, estabelecendo objetivos desafiadores capazes de gerar auto realização e superação.

Descobri a história fascinante do Sr. Yushiru Miura que não aceitando a imposição de seu inconsciente, tomou a decisão de escalar o Monte Everest deixando sua marca na história ao chegar ao topo daquele monte, em condições meteorológicas inimagináveis. E isto não foi apenas uma vez, e sim três vezes, mas um detalhe significativo isto  aconteceu quando ele tinha 70, 75 e 80 anos. Tal comportamento do Sr Miuda atesta sua capacidade em recodifica seu modelo mental, levando seu subconsciente a engajar no projeto que a mente consciente definiu por meio de metas e objetivos bem traçados.

Será que Sr .Miuda dava poder ao a crença limitante, reforçando o pensamento de que “não posso fazer isto porque já sou velho?”.   Com certeza não!

Outro empreendedor que me inspirou foi o de Carlos Wizard Martins, este exitoso empresário brasileiro e líder de Curso de Inglês, detentor das marcas Wizard, Yázigi e Skills de sucesso que em 2014 entrou para a lista dos bilionários mundiais, segundo a revista Forbes.

Aos 17 anos, ele tinha um sonho e foi em busca dele. Trocou seus reais por 100 dólares e com esta quantia embarcou num vôo para NY. Conta que se sentiu um verdadeiro astronauta pisando na lua, ao ouvir o comandante do avião informar a chegada naquele país de possibilidades para ele. De lá para cá muitas experiências, e resumindo, tornou-se referencia em curso de Inglês.

Você acredita que para ele “Quem nasce pobre morre pobre?” fazia parte de seus pensamentos? Claro que não!

Assim como o Sr Miura, Carlos Wizard também não aceitava a limitação de uma mente manhosa. Estes homens de sucesso, seres comuns como eu e você, deram o comando para que a mente consciente (metas e objetivos) direcionassem a trajetória de suas vidas, oportunizando o subconsciente em engajar no projeto de suas vidas.

Pare um segundo, pegue uma folha de papel e escreva suas crenças limitantes sobre dinheiro.

Algumas delas se parecem com estas?

– Para ser rico é necessário privar do lazer

– Dinheiro é sujo e traz infelicidade

– É mais fácil um camelo passar no buraco da agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus

– Todo rico é soberbo

– Dinheiro não dá em árvore

– O dinheiro digno é aquele que se ganha com muito sofrimento

– Mulher de rico é depressiva.

Listaríamos inúmeras delas, plantadas em nosso subconsciente sobre a miséria, a pobreza ou o fracasso.

dinheiro-na-mão-é-vandaval-2

Avalie qual a sua intenção para com o estado de abundância, riqueza, fortuna e prosperidade, pois ela é o retrato do pensamento que na maioria das vezes poderá hipnotiza-lo, direcionando-o para o sentimento de auto piedade, levando-o inconscientemente a sofrer com uma derrota auto imposta, além de não desejar o bem para si mesmo, despende um gasto de energias excepcional gerando estes pensamentos negativos.

O Medo de prosperar e acumular riquezas são reais e faz parte do inconsciente coletivo, por isto ao cultivar este medo, você não progridirá e, se por algum acaso você conquistar a riqueza, logo seu subconsciente realizará as conexões neurais levando-o a pensar “ se eu enriquecer serei assaltado, ou morto..”.

Aceitar este pensamento da pobreza gerado pelo estado de insegurança, de incerteza e instabilidade, reforçará a crença de que você é mesmo pobre e sempre será. Como se isto fosse um designo Divino.

Seja lúcido! Pense bem! Não há virtude na pobreza ou miséria, muito pelo contrário ela gera  fome, desnutrição, doenças, analfabetismo, intrigas, desacordos, desavenças, irritações, desgraças e não beneficia ninguém.

A pobreza é uma anomalia existente e mantida no interior do homem e em seu modo de pensar e agir, manipulado pelas crenças limitantes sobre o dinheiro.

A crença de que “a pobreza revela a pureza do individuo”, não é relevante e nem há comprovações científica, psicológico ou espiritual. É apenas uma racionalização criada por aqueles que escolheram um caminho de menor resistência, de acomodação para driblar a busca pelo exercício consciente para a mudança interna, do autoconhecimento.

É possível reprogramar sua mente e a primeira atitude é olhar para dentro, alinhá-la com seu coração, com as leis universais.

Faça uso da lei universal. Elas geram riquezas, são afortunadas, observe a natureza, como ela nos ensina sobre abundância. A lei universal  diz que  tudo aquilo que você planta, rega e cuida, floresce, dá frutos. Simples assim. Nada mais!

Diferentemente do que concebemos a mente também é regida por esta regra universal em seu estado de consciência. Então cultive os princípios de prosperidade e de ideais elevados em sua vida.

Se desejar ser próspero, rico, despeça de sua versão antiga, deixe de possuir uma mente mesquinha, ordinária  que o manterá no pântano da ilusão de quem é você!

Ouse reprogramar. Levante, olhe-se no espelho, desnude sua real capacidade adormecida sob a terra fértil de sua essência Divina e vá à busca do seu brilho próprio. Ouse sair da inercia e enxergar as oportunidades, redescobrindo a parte do iceberg que você possui abaixo do seu próprio horizonte e que ainda permanece intocável por você.

Como nos incita Suryavan Solar “Levanta e Brilha”, como ouro! Seja rico, afortunado, próspero e abundante! Seja feliz!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Posted on março 6, 2017 in Motivacional, Texto

Share the Story

About the Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top